Santiago


 

Centro Cívico e histórico:

Compreende uma área na capital, onde estão concentrados os edifícios do governo. O eixo principal é o Palacio de la Moneda (sede atual do governo) e, em volta dele, o Ministério da Defesa, da Fazenda, da Economia, da Agricultura, da Justiça, da Controladoria Geral da República, a Superintendência da Região Metropolitana de Santiago, o Banco do Estado e a Chancelaria. Com uma grande importância histórica, estão: a Plaza de Armas, a Catedral Metropolitana de Santiago, o Correio Central, o Museo Histórico Nacional e a ilustre prefeitura de Santiago.


 

Mercado Central:

É um ponto de referência da cozinha tradicional chilena e destino obrigatório para os amantes de frutos do mar. Construído em 1872 e declarado monumento histórico em 1984, foi destacado recentemente como o quinto melhor mercado do mundo pela revista National Geographic. É visitado diariamente por milhares de pessoas: estrangeiros, visitantes ocasionais e funcionários de empresas no intervalo da jornada de trabalho, mas, além do deleite pela sua generosa e exclusiva gastronomia, é famoso entre os chilenos como o lugar por excelência para se recuperar após uma noite de "balada".


 

Cerro San Cristóbal:

É um pulmão verde em meio à cidade Localizado entre os bairros de Providencia e Recoleta, faz parte de uma cadeia montanhosa de 722 hectares, chamada de Parque Metropolitano, sendo o maior parque urbano do Chile e um dos maiores do mundo. Pode-se chegar a ele de carro, a pé, de bicicleta, de funicular o de teleférico (ambos em manutenção) e chegar ao cume, onde se encontra um dos ícones da capital, a Virgem do Cerrado. É impossível deixar de saborear um típico "mote com huesillos" enquanto se observa uma estupenda vista panorâmica da cidade.


 

Santiago moderno:

Em resposta ao constante crescimento econômico de Santiago durante os últimos 20 anos, que provoca uma mudança drástica na produção do país, nasce um enclave moderno e tecnológico ao leste da cidade, limitado pelos bairros de Providencia, Vitacura e Las Condes, que é conhecido e popularmente chamado de Sanhattan por seus próprios habitantes. Este espaço, cercado por arranha-céus, forma o principal centro financeiro do país.


 

Parque Los Dominicos:

Uma olhada ao Chile da época colonial, é um ponto de grande atração turística na zona leste da capital. Aqui estão a igreja de Los Dominicos (patrimônio cultural e monumento nacional) e o Pueblito de Los Dominicos, onde é possível encontrar uma variedade do nosso artesanado, ourivesaria e movelaria, entre outras. Ideal para comprar artesanato típico de grande qualidade.